A eterna batalha Windows x Linux

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A eterna batalha Windows x Linux

Mensagem por Admin em Seg 19 Out 2009, 10:25 pm

x


Há muitos anos somos massacrados pelo monopólio do Sistema Operacional e nem percebemos. Só falamos no Windows, só compramos o Windows, só usamos o Windows. Sabemos o que ele nos oferece e somos gratos por isso. Esquecemos de conferir o que os concorrentes têm a oferecer.

E assim Bill Gates abusou de nossa boa vontade lançou produtos inacabados e colocou os preços nas nuvens - se tornou o homem mais rico do mundo e foi feliz para sempre.

Mas talvez as coisas estejam prestes a mudar... Em 1991, o finlandês Linus Torvalds lançou o Linux, um sistema operacional revolucionário que prometia bater o Windows. Hoje, no Brasil, segundo a Istoé, ele funciona em 27% dos servidores de rede e em 5% dos micros domésticos. Na maioria das Procuradorias, inclusive na nossa, o Linux é o sistema operacional escolhido para hospedar as páginas (Internet e Intranet) da instituição.

As principais diferenças entre os dois são:

1) O Windows tem código fonte fechado, isto é, ninguém pode alterá-lo, só o fabricante tem acesso para corrigir os erros ou aperfeiçoá-lo. Ao contrário, o Linux não tem segredos e há vários grupos trabalhando em seu desenvolvimento e criando versões de acordo com as diversas necessidades do mercado.

2) Uma única cópia do Windows está sendo vendida em média por R$500,00 (quinhentos reais) enquanto o Linux é distribuído, sem limite de instalações, cobrando-se apenas os preços dos manuais e da mídia.

3) O Linux é estável, praticamente não trava, trabalha como um verdadeiro sistema operacional multitarefa. No Windows freqüentemente temos que pressionar Ctrl+Alt+Del e reiniciar o computador.

4)
Há uma grande oferta de aplicativos para o Windows, principalmente jogos, o que o torna o preferido dos usuários domésticos. No Linux há programas para editar imagens, digitar textos, acessar a Internet, mas quanto aos jogos ele deixa a desejar.

5) O Linux tem procedimento de instalação potencialmente mais difícil e só é recomendável a usuários experientes fazê-lo sem assistência.

Certamente, a grande motivação para quem quer trocar o Windows pelo Linux é o preço. Estima-se, segundo o Correio Braziliense, de 27/03/2001, que o Governo Federal gasta anualmente na aquisição de software proprietários (derivados da Microsoft basicamente) R$ 4 bilhões por ano. Na PR/GO gastaremos R$ 25.000,00 reais na compra de programas este ano.

Claro que as coisas não são tão simples assim, não podemos trocar nossas ferramentas, de uma hora para outra, sem antes elaborar refinado programa de treinamento e sem um largo período de transição. Mesmo assim, as resistências seriam enormes. A inércia e o comodismo, próprios de nossa rotina de trabalho, inibe inovações. Porém, as vantagens, a longo prazo, são gigantescas.

_________________
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 96
Data de inscrição : 01/09/2009
Idade : 34

http://infortech.forumais.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum